11 passos para deixar seu WHMCS rápido como o Papa-Léguas

Boa noite caros leitores, hoje trago mais uma novidade para os usuários de WHMCS, desta vez, não é um módulo ou uma modificação. Ensinarei você a deixar seu WHMCS mais rápido que nunca com algumas dicas bem fáceis que você pode tentar ai na sua casa (esses procedimentos são feitos por profissionais, aconselhamos que você tente fazer na sua casa).

Quem nunca teve aquela dorzinha de cabeça usando o WHMCS? Páginas de erro 500, páginas em branco e uma série de outros problemas que esse maravilhoso sistema, é como dizia o Tio Ben (tio do Homem-Aranha para quem não sabe): “Grandes poderes trazem grandes responsabilidades”.

Vamos lá, irei explicar passo a posso, dividido por tópicos como aplicar essa melhora no seu WHMCS, lembrando que pode variar de versão para versão e a que eu utilizarei para demonstração será a 7.

Siga esses passos para deixar seu WHMCS tão rápido quanto o Ligeirinho:

1 – Calcule a velocidade atual do seu WHMCS

Acesse a ferramenta da Pingdoom que testa a velocidade do site e marque antes de fazer essas modificações:

2 – Hooks não usados

O primeiro passo para turbinar seu WHMCS é apagar os hooks que você não usa mais, para isso, siga os passos:

  1. Entre na pasta: seuwhmcs/includes/hooks/;
  2. Cria uma pasta chamada inativos;
  3. Coloque os hooks que você não usa dentro da pasta inativos;

3 – Módulos não usados

Os módulos do WHMCS são uma parte que pesam e muito no sistema, eles são carregados praticamente em todas as páginas do WHMCS, causando uma utilização desnecessária da memória do servidor, principalmente aqueles baseados em licenças, estes fazem conexões com servidores externas para validar seu módulo, causando um pouco mais de load. Para solucionar isso: acesse a central administrativa e desative todos os módulos que você não usa mais.

4 – Gateways inúteis não usados

Os gateways também são um fator que pesa bastante, afinal o WHMCS já vem com milhares deles e muitas vezes utilizamos 3 ou 4, estes, nem no próprio WHMCS vem. Portanto, acesse: seuwhmcs/modules/gateways/ e apague todos os arquivos de gateways que você não usa.

5 – Turbinando seu .htaccess

Esse é um passo primordial para melhorar drasticamente a velocidade de carregamento da sua área do cliente. O WHMCS já tem um cache próprio do PHP Smarty, mas este é apenas para as páginas e códigos PHP, e o resto do arquivo, as imagens, css, js, como ficam?

Bom no WHMCS padrão eles ficam sem um cache, mas, fiz esse .htacess turbinadão que além de ativer o cache para esses arquivos no navegador do usuário, ele também ativa o gzip e o deflate, fator que vai ser bem útil nos próximos passos.

Baixe esse código e salve com o nome .htaccess na raiz do WHMCS: Baixar .htaccess tubinado

6 – Diminuindo seu CSS

Essa é a fase que deixa seu site ainda menor, vamos diminuir o CSS!

– “Ah, mas Victor, não sei nada de CSS”
– Você sabe acessar o seu FTP, abrir um arquivo, copiar o conteúdo, colocar em um site, apertar o botão, copiar novamente, colar no arquivo e salvar? Então você vai conseguir fazer isso.

Primeiro, vamos ver os CSS que meu WHMCS está usando, para isso abra o código fonte no navegador:

Nesse código você vai ver o diretório de cada arquivo de CSS, abra cada um deles (que não termine com .min.css), copie o conteúdo, coloque nesse site e diminua, copie o código do site, coloque no arquivo e salve, faça isso com todos os arquivos CSS.

7 – Diminuindo seu JS

Faça a mesma coisa feita no passo anterior, desta vez com os arquivos JS e coloque-os nesse site.

8 – Transformando CSS e JS em GZIP

Esse é um passo mais demorado e chato de fazer (muito chato), mas é o passo que mais dará resultados.

Pegue todos os CSS e JS e coloque-os um por um nesse site para comprimir eles em gzip, baixe e coloque no mesmo diretório do arquivo antigo, por exemplo:

Faça isso com todos os arquivos CSS e JS que aparecem no codigo fonte do seu WHMCS, chato não? Não tanto quanto o próximo passo:

  1. Abra a pasta do seu tema, abra o arquivo: themes/seutema/includes/head.tpl
  2. No final dos CSS que você comprimiu em gzip, coloque .gz no final:
  3. Faça isso com CSS e JS.

9 – Diminua as imagens também

Diminua todas as imagens do seu WHMCS nesse site, isso deixará seu WHMCS ainda mais turbinado, e lembre-se: quanto menos imagens, melhor.

10 – O MySQL

Deixe a sua base de dados sempre limpa, exclua informações inúteis, logs, etc. Aumente também o número máximo de conexões do MySQL, isso pode ajudar bastante

11 – Hospede em um servidor bom

O local onde seu WHMCS está é o principal fator influente na velocidade dele, ao meu ver, um servidor bom é aquele que:

  • Utilize-se um servidor web de alto desempenho, como: NGINX ou LiteSpeed, por exemplo;
  • Utilize sempre as versões do PHP 5.6 pra cima, de preferência a versão 7, que é considerada 9x mais rápida que as versões 6;
  • Hospede em servidores em território nacional ou em países próximos, como: EUA e Canadá;
  • Mantenha sempre a qualidade e velocidade do seu servidor hospedando apenas arquivos que interessam;
  • Opte por servidores CPanel, não que servidores Windows não irá funcionar, mas o WHMCS tem melhor desempenho em Linux;
  • Opte por serviços com proteção DDoS.

Se está procurando por um servidor que atenda as especificações acima, nós da CompuLabs temos os servidores que você precisa

BONUS! – Menos é sempre mais

Economizar uma linha que seja em um novo código ou CSS é de extrema importância, de pouco em pouco você via deixando seu WHMCS sempre bem otimizado. Utilizar o mínimo de variáveis em módulos e sistemas é o ideal, variáveis em excesso consomem memória inutilmente do servidor.

Tente otimizar todas as partes e setores do seu WHMCS, imagens, códigos, CSS, JS, HTML. Você também pode minimizar o HTML dos seus templates nesse site.

 

Ao finalizar, o resultado será mais ou menos parecido com esse:

No Google o resultado ficou assim:

É isso pessoal, espero que o WHMCS de vocês virem o verdadeiro Papa-Léguas com essas dicas


9 Comentários

Em 05/04/2017 às 14:04 Lidiane disse:

parabéns

Em 27/04/2017 às 17:55 Michel disse:

Arruma o link do .htaccess turbinado.

Em 04/05/2017 às 07:47 carlos alves disse:

link para baixar .htaccess esta quebrado

Em 20/05/2017 às 16:25 Rafael Sabino disse:

Parabéns Victor, como sempre ajudando a todos com ótimas dicas poderosas e enriquecedoras, valeu mesmo. Você é o cara!

Em 06/06/2017 às 13:59 Fabio disse:

Parabéns pelo post, ficou ótimo!

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dúvidas?

Podemos ajudar você
© 2014-2019 CompuLabs - Todos os direitos reservados.